O director da revista Blue Wax Wave Verdian, Bob Lima, disse quarta-feira em entrevista à Inforpress que a revista vai divulgar as “potencialidades do desporto náutico” em Cabo Verde e mostrar os “ganhos” conseguidos pelo país nesta área.


Segundo o director da revista, Bob Lima, após um primeiro lançamento promocional, a 2ª edição da ˈBlue Wax Wave Verdianˈ chega no mercado com uma tiragem de mil exemplares e dá à estampa dois cabo-verdianos campeões mundiais, como uma forma de destacar as conquistas do país nos desportos náuticos.
“O objectivo é promover os desportos náuticos em Cabo Verde e mostrar ganhos que temos vindo a conseguir. A capa traz dois campeões mundiais que tivemos actualmente que é o Airton Cozolino e o Mitu Monteiro e são coisas que se passam em Cabo Verde, mas não temos uma plataforma para as divulgar”, explicou Bob Lima.
Conforme aquele director, a ˈBlue Wax Wave Verdianˈ é concebida sob a égide de três pilares: a educação, a informação e a prática desportiva.
No pilar da educação divulgam “conhecimentos vitais” de primeiros socorros como a natação, primeiros socorros e salvamento aquático. No pilar da informação mostram “tudo que se passa em Cabo Verde em termos de potenciais nos desportos náuticos e o que é que os atletas de alta performance fazem”. A prática desportiva é para incentivar mais pessoas para a prática de desportos náuticos.
Para além dos desportos náuticos, a revista vai mostrar locais desconhecidos em Cabo Verde com condições para prática dos desportos náuticos, divulgar as acções da ONG Biosfera I nas praias do país e de outras organizações ambientais.
A ˈBlue Wax Wave Verdianˈ vai ter uma periodicidade trimestral, terá uma tradução em inglês e será comercializada a um preço de 600 escudos, que, no entender de Bob Lima, é um preço acessível às pessoas. Segundo a mesma fonte, a ideia também é disponibilizar este magazine em vários países do mundo através do envio pelos correios e disponibilização na Internet.
Para isso, adiantou, conta com a participação de jornalistas cabo-verdianos, designers e de jovens que trabalham na divulgação da revista.
CD/ZS
Inforpress