O Comité Paralímpico Cabo-verdiano (COPAC) prepara a nova época desportiva tendo como desafio imediato a participação nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020, que irão ocorrer de 24 de julho a 9 de agosto próximo, em Tóquio.


O assunto foi abordado hoje, pelo presidente do COPAC, Rodrigo Bejarano, acompanhado do representante da Federação Cabo-verdiana de Desporto Adaptado, FECADA, que forma recebidos pelo Diretor Geral dos Desportos, em mais uma reunião de arbitragem, tendo em conta as negociações para a assinatura do contrato-programa entre as partes, dando particular atenção à participação internacional Tokyo 2020.
Rodrigo Bejarano avançou que pretendem ir já nos finais de fevereiro a Marrakech, Marrocos, para um torneio, visando conseguir os mínimos para eventual qualificação de Cabo Verde nesta 32ª edição dos jogos olímpicos de verão olímpico multidesportivo.
Dado à importância de participação da modalidade desporto adaptado neste evento de grande envergadura a nível mundial, o Diretor Geral dos Desportos, Anildo Santos, solicitou ao COPAC que envie o projeto de participação Tokyo 2020 que deverá ser feito em separado à proposta de contrato-programa, uma vez que exigirá outros custos.
Anildo Santos mostrou-se assim aberto à possibilidade de ser inserido um item de preparação a nível internacional para ajustamento de verba no contrato-programa para fazer face a este compromisso que poderá garantir a participação de alguns atletas do COPAC no Tokyo 2020.
De realçar que as Olimpíadas de 2020 serão realizadas em Tóquio, no Japão, de 24 de julho a 9 de agosto próximo e terão 33 modalidades desportivas, com a expectativa de participação de mais de 11 mil atletas, os quais representarão mais de 204 países.
DGD