A Federação Cabo-verdiana de Xadrez confirmou Sergey Tiviakov, Rui Damaso e Luis Galego no Open de Cabo Verde, que vai acontecer de 25 de Abril a 1 de Maio de 2020.



Tiviakov é Grande Mestre desde 1991 e, entre outros, apresenta no seu currículo os seguintes títulos:
• Campeão do mundo de Sub-18 em 1990 (Singapura);
• Campeão Europeu em 2008 (Plovdjy – Bulgária);
• Campeão da Holanda em 2006, 2007 e 2018;
• Jogou pela Rússia nas Olimpíadas de 1994 (Moscovo), fazendo parte da equipa vencedora (Garry Kasparov, Vladimir Kramnik, Evgeny Bareev, Alexei Dreev, Sergei Tiviakov e Peter Svidler));
• Jogou pela Holanda as Olimpíadas de 2000 a 2006, com um recorde geral de +14-2 = 33 (62,2%);
• No Campeonato Europeu de Xadrez por Equipas , ele ganhou três medalhas de ouro (duas equipas e uma individual) por sua contribuição para as bem-sucedidas equipas holandesas de 2001 ( León ) e 2005 ( Gotemburgo );

Rui Damaso é Mestre Internacional desde 1990.
Este xadrezista português apresenta no seu currículo desportivo, entre outros, os seguintes registos:,
•Ganhou vários torneios internacionais, como o de São Paulo, no Brasil, em 1989, o de Sague la Grande, em Cuba, em 1990, o de Camaguey, também em Cuba, em 1990 e 1991, o Open Internacional de Córdoba, em Espanha, em 1993, os torneios internacionais de Santiago de Compostela, em 1995, da Corunha e de Sócuelhamas, em 1997, todos em Espanha, e ainda o Open Internacional de Mancha Real, em 1998, igualmente em Espanha;
•Entre as suas melhores participações internacionais consta também o Memorial «Casablanca», em Havana, Cuba, em 1991, em que ficou em segundo lugar, e o Open Internacional de Lêona, em Espanha, em 1998, tendo ficado em terceiro lugar;
•Pela seleção portuguesa, esteve presente no Campeonato da CEE, em Itália, em 1987, no Campeonato dos Países de Expressão de Língua Portuguesa, no Brasil, em 1989, em vários campeonatos da Europa e em várias Olimpíadas;
•Obteve a medalha de bronze no primeiro tabuleiro no Campeonato Mundial de Sub-26, no Brasil, em 1993;
•Em Portugal, foi campeão nacional juvenil (Sub-16) em 1983/84 e campeão de juniores (Sub-20) em 1987/88,
•É detentor de seis títulos portugueses de campeão nacional absoluto;

Galego é Grande Mestre desde 2002 e, entre outros, apresenta no seu currículo os seguintes registos:
•Campeão de Portugal nos anos de 1997, 1998, 2004, 2005 e 2012;
•Jogou, representando Portugal, em 12 Olimpíadas, sendo o 1.º tabuleiro português desde 2002;
•Em 2006, no 2.º Open Individual da União Europeia (Liverpool) ficou em 2.º lugar, conjuntamente com outros 7 jogadores, a apenas 0,5 ponto de Nigel Short o 1.º classificado;
•Foi por diversas vezes, em Portugal, o n.º 1 do rating internacional, sendo actualmente o 2.º melhor jogador português activo nesse rating;
•Na ultima Olimpíada em Batumi (Geórgia) venceu Jan-Krzysztof Duda, actualmente o n.º 15 do mundo;
•Já jogou em Cabo Verde em 2016 e em 2018 na Boavista e em S. Vicente, respectivamente.
FCX