O Ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros e Ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, empossou, esta manhã, o Conselho Diretivo do Instituto do Desporto e da Juventude, sendo o Presidente Frederic Mbassa e os vogais executivos Manuel Graciano Barros e Ivanilda Reis, para as áreas do Desporto e da Juventude, respetivamente.


O Conselho Diretivo IDJ promete trabalhar na regulamentação da orgânica junto com a tutela e com as federações, associações regionais e clubes e associações juvenis para decidirem os caminhos a trilhar no Desporto e na Juventude.
O Presidente do Conselho Diretivo, Federic Mbassa, assegurou que na sua gestão não vai haver modalidades prioritárias, afirmando que todas são importantes no desporto, “cada uma com as suas especificidades e valências”, pelo que, claro, que todas terão atenção do IDJ, com vista numa evolução conjunta, alavancando o desporto cabo-verdiano no seu todo e atingir patamares de excelência.
“A nossa maior prioridade é a mesma, a organização, estruturação, previsibilidades e formalização do desporto, com o levantamento dos dados estatísticos que permitirão a análise do quadro geral do desporto, a cooperação, mobilização de recursos financeiros e estruturação, no que vamos fazer junto com os outros parceiros de outras áreas, dando uma outra visibilidade e amplitude ao desporto cabo-verdiano”, assegura Mbassa.
Por isso, considera a elaboração de um plano estratégico, fundamental, para o bom funcionamento do IDJ, com a inclusão de todas as modalidades.
Para este nobel Dirigente, este plano estratégico é importante para a infraestruturação, formação, capacitação, cooperação e financiamento. Tudo isso é importante e terá de ser feito dentro de um plano estratégico. Temos de ter a visão do que queremos atingir e o tempo para lá chegar e quais são os passos e os degraus que temos de fazer, e assim, evoluindo e fazendo para lá chegar.
Sobre a juventude, o Presidente considera ser um setor transversal, que está ligada ao emprego, questões de habitação e saúde.
Neste sentido, o IDJ será um instituto que complementará as diversas políticas públicas para o setor, agarrando e apresentando tudo o que está sendo feito, bem como propor novos horizontes a Juventude, concluiu.
DGD