A selecção cabo-verdiana encerrou a sua participação nas Olimpíadas de Xadrez no sétimo lugar do grupo de Divisão Base, com três vitórias, um empate e cinco derrotas, falhando assim o objectivo de qualificar-se entre as primeiras quatro posições.


Nos últimos jogos realizados no Grupo C destas olimpíadas online, Cabo Verde perdeu esta terça-feira 4-2 com Saint Luzia, levou de vencida Granada por 6-0 e  fechou a sua campanha nesta prova da Federação Internacional de Xadrez com mais uma derrota, 1-5 para o Chipre.
Nesta poule, Cabo Verde terminou a prova no sétimo lugar no universo de 10 equipas, com os combinados de Chipre (vencedor da poule), Aruba, Haiti e Mauritânia a ocuparem os primeiros quatro postos.
Em jeito de balanço, a direcção da Federação Cabo-verdiana de Xadrez reconhece que a participação do combinado nacional falhou o objectivo ao falhar a fase seguinte, já que não atingiu o tão ambicionado quarto lugar, alegando que “uma série de resultados imprevistos “inviabilizou o apuramento e a consequente continuação nesta prova mundial.
“Embora o objectivo principal não fosse alcançado, conseguimos boas prestações individuais: o mestre Mariano Ortega foi o melhor 1º tabuleiro da nossa divisão e a Célia R. Guevara, no 3º tabuleiro, foi a 2ª melhor no nosso grupo”, explica a direcção.
SR/ZS
Inforpress