Mais Desporto


Davilson Marais, atleta Olímpico de Boxe que fez a sua estreia nos Jogos Olímpicos do Rio2016, está na ilha da Boa Vista, desde Março deste ano a servir o país, na luta contra o novo Coronavírus, a serviço militar.


A Presidente do Comité Olímpico Cabo-verdiano, Filomena Fortes, é uma das oradoras do fórum “Futuro do Desporto em Cabo Verde no horizonte 2030”, promovido pelo, recém fundado, Instituto do Desporto e da Juventude, nesta segunda-feira, 29 de junho.


São Miguel vai ter o seu pavilhão desportivo.



O Planalto Leste de Santo Antão vai ganhar, ainda no decurso de 2020, duas infra-estruturas desportivas, financiadas pela Câmara Municipal do Porto Novo, no quadro do programa de infraestruturação desportiva deste município.


A localidade de Picos Acima, em São Salvador do Mundo, no interior de Santiago, ganhará, dentro de dois meses, uma placa desportiva para servir a comunidade e escola local, cujas obras arrancaram hoje.



O responsável local do PAICV em São Vicente, Alcides Graça, exigiu hoje a inclusão de uma pista de atletismo nas obras em curso de requalificação do Estádio Adérito Sena, que seria “a cereja no topo do bolo”.


O ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, voltou a reafirmar que “a saúde pública é inegociável, pelo que, não haverá alívio, nesse sentido para uma eventual retoma das competições, a partir de 15 de Setembro, porque “com a saúde pública não se brinca”.



 A selecção nacional de xadrez de Cabo Verde defronta a sua congénere do Gana a 04 de Julho em mais um ‘match’ amigável online, desta vez a ser disputado na plataforma da Lichess.org.


O Ministro de Estado, dos Assuntos Parlamentares e da Presidência do Conselho de Ministros e Ministro do Desporto, Fernando Elísio Freire, empossou, esta manhã, o Conselho Diretivo do Instituto do Desporto e da Juventude, sendo o Presidente Frederic Mbassa e os vogais executivos Manuel Graciano Barros e Ivanilda Reis, para as áreas do Desporto e da Juventude, respetivamente.


Os dinamizadores do hipismo em Santo Antão consideram que esta ilha já precisa de um hipódromo para acolher as diversas provas que se realizam, todos os anos, nos três municípios santantonenses.


Cabo Verde já tem um Mestre Internacional de Xadrez, para que num futuro próximo possa, desportivamente, ter aspirações em disputar lugares cimeiros, principalmente nas competições africanas.