A época desportiva na modalidade de voleibol arranca a 11 de Fevereiro em Santo Antão, região onde já estão inscritos quatro clubes para os campeonatos regionais em seniores masculino e feminino.


O presidente da Associação Regional de Voleibol de Santo Antão, João Fortes, confirmou que o arranque das provas está previsto para Fevereiro, prolongando-se até meados de Junho.
"Já temos a planificação feita e pretendemos arrancar a 11 de Fevereiro. Temos inscritos quatro clubes e pensamos que estão criadas as condições para o arranque dos campeonatos regionais", sublinhou o líder associativo.
João Fortes, eleito em Dezembro, disse ter encontrado associação sem dividas acumuladas e espera receber da Federação Cabo-verdiana de Voleibol uma verba de 100 contos para a realização das competições, mas também espera implementar o sistema de quotizações para angariar receitas para assegurar o funcionamento da associação.
Em termos de infra-estruturas, João Fortes afiançou que os polidesportivos em Santo Antão têm as mínimas condições para prática do voleibol.
A arbitragem é o "calcanhar de Aquiles" do voleibol em Santo Antão, mas existe, nesta altura, um número suficiente de árbitros para assegurar a realização dos campeonatos, segundo este responsável, que anunciou, para Março, uma reciclagem para os árbitros.
Segundo João Fortes, Santo Antão dispõe de muito potencial a nível do voleibol, faltando, porém, resolver o problema das infra-estruturas, que passará pela construção de um polidesportivo coberto na ilha.
"Santo Antão tem grandes potencialidades no voleibol. A ilha já conquistou dois campeonatos nacionais e vários atletas participam nas selecções. Além disso, o actual seleccionador nacional é radicado em Santo Antão", notou João Fortes.
Fonte: Inforpress