A Federação Cabo-verdiana de Voleibol (FCV) está a fazer as diligências com vista à participação da selecção nacional de voleibol de praia nos preliminares para os Jogos Africanos de Marrocos, que se realizam de 18 a 30 de Agosto.


O presidente da FCV avançou esta informação à Inforpress, sublinhando que a fase de eliminatória começa precisamente nos I Jogos Africanos de Praia que se realizam em Junho próximo na ilha do Sal, que ditam a passagem para os Jogos de Marrocos.
António Rodrigues revelou, igualmente, que a selecção de voleibol de salão vai estar nas fases sub-regionais, por forma a assegurar a presença nos Jogos Africanos, um evento no qual Cabo Verde aposta forte na conquista de medalhas.
O líder federativo acredita nas potencialidades de Cabo Verde para estas duas provas, com o argumento de que o arquipélago está dotado de “grandes e experientes” atletas, dentro e fora do país, sobretudo em Portugal, com passagem por grandes equipas e na Hungria.
Para o efeito, a FCV já tem no terreno o expert da Federação Internacional de Voleibol, o brasileiro Augusto Sabbatini, figura reconhecida, com a missão de trabalhar no aperfeiçoamento e na massificação da modalidade em Cabo Verde.
Com mais de 30 anos de experiência ao mais alto nível, com passagem por países como Marrocos, Nigéria, Qatar e vários outros países da América do Norte, do Sul e Central, Sabbatini vai, igualmente, assumir tecnicamente as selecções seniores masculinas.
Tem ainda a missão de trabalhar para a massificação e o desenvolvimento do voleibol tendo na agenda o início dos trabalhos com as selecções principais (masculinas e femininas), de indoor ao mesmo tempo que a FCV tem um plano que passa pelo técnico nacional dar cobertura à prática da modalidade nas escolas.
O torneio de Beach Volley (voleibol de praia), uma das 11 modalidades a ser disputada nos I Jogos Africanos de Praia que se realizam na ilha do Sal, vai, igualmente, ser de qualificação para os Jogos Olímpicos Tókio’2020.
Ao que apurou a Inforpress junto da organização esta vai ser a primeira vez que Cabo Verde organiza uma competição com este “status”, evento que também garante a vaga a nível do futebol para o campeonato do Mundo de San Diego (Estados Unidos da América).
O torneio de futebol de praia vai qualificar os representantes africanos, masculino (1º e 2º lugar) e feminino (1º lugar), para os próximos Jogos Mundiais de Praia 2019 ou ANOC World Beach Games, que acontecem em San Diego, EUA, de 08 a 15 de Outubro.
Inforpress