As incertezas que reinam em relação à realização das competições de voleibol em Santo Antão, esta temporada, está a preocupar os clubes que praticam esta modalidade, nos três municípios desta ilha.


O presidente da Associação Regional de Voleibol de Santo Antão, João Rodrigues, está, desde Setembro de 2019, demissionário do cargo, alegando a “falta de condições financeiras e materiais” para desenvolver a modalidade nesta região.
Entretanto, é intenção dos clubes avançarem, “dentro de pouco tempo”, com a criação de uma comissão de gestão para realização dos campeonatos regionais seniores masculinos e femininos, possibilitando, assim, a ilha de Santo Antão ter os seus representantes no campeonato nacional.
Além das dificuldades financeiras, os clubes queixam-se ainda das más condições para a prática do voleibol em Santo Antão, ilha que, porém, deverá ainda em 2020, contar com dois polidesportivos cobertos na Ribeira Grande e no Porto Novo.
Na Ribeira Grande, a projecto foi já lançado pela autarquia local, enquanto no Porto Novo é intenção da edilidade portonovense iniciar, agora “nos princípios do ano”, as obras, estimados em 40 mil contos, previstas no plano de investimentos ara 2020.
JM/JMV
Inforpress