Os responsáveis do Atlético Clube do Mindelo, tetra campeão de São Vicente e de Cabo Verde em voleibol, em título, apostam no regresso da equipa, já na edição deste ano, à Liga dos Campeões Africanos.


A prova decorrerá entre os meses de Março e Abril, no Egipto, e o manager do clube, Jorge Neves, explicou que a equipa trabalha no projecto desde o ano passado, nos contactos com os potenciais patrocinadores, empresas e organismo do Estado ligados ao desporto.

“Podemos dizer que os contactos estão avançados, a Direcção-geral do Desportos acolheu muito bem o nosso projecto”, sintetizou a mesma fonte, concretizando que há empresas que prometem apoiar, sendo o sentimento do clube que há uma “apostam forte” nesta segunda presença ao mais alto nível continental.

Ademais, explicou, participações de equipas cabo-verdianas em provas do género ajudam a modalidade na sua vertente internacionalização e proporcionam aos atletas intercâmbio com “grandes equipas” e voleibolistas de um outro nível, tudo “essencial” para o crescimento da modalidade no arquipélago.

No lançamento público do projecto, no Polivalente Município de Oeiras, Jorge Neves falou ainda em progressos no voleibol cabo-verdiano, pelo que espera o engajamento da Direcção-geral dos Desporto, por entender que este é o “momento ideal” para se repetir a experiência.

Uma vez que neste momento as competições em São Vicente ainda continuam na fase de defeso, sem provas, portanto, o treinador Heriberto Gomes informou, por seu lado, que a equipa treina desde o mês de Novembro tendo já realizado alguns jogos de preparação.

“Já estamos numa fase avançada de treinos, a equipa tem aproveitado os torneios para experimentação do sistema de jogo e com a experiência do ano passado, julgo que estamos em condições de subir alguns degraus em relação à participação anterior”, precisou o treinador que coloca a fasquia em se posicionar, no Egipto, entre as melhores 10 equipas de África.

Na primeira participação, ano passado, na Tunísia, o Atlético disputou cinco partidos, tendo alcançado uma vitória e sofrido quatro derrotas.

Tetracampeão de São Vicente e de Cabo Verde, o Atlético é o primeiro clube cabo-verdiano de voleibol a participar na Liga dos Campeões de África.
Fonte: inforpress