Opinião

 
William Vieira, jovem, que já segue os jogadores cabo-verdiano pelo mundo há mais de 10 anos, estudioso do fenómeno desportivo, sobretudo a nível nacional, é taxativo em afirmar que a seleção nacional deveria testar outros sistemas táticos, no sentido de extrair mais e melhor proveito de jogadores internacionais por Cabo Verde e futuro integrantes no lote de convocados de Bubista.


O grau de coesão de uma equipa de futebol, sobretudo quando se trata de amadorismo, aumenta com a compreensão por parte de todos os seus membros directivos, das tarefas e responsabilidades que lhes competem no colectivo, devendo estes perceber que a equipa/grupo está sempre em primeiro lugar e é sempre mais importante que o individuo.


Jogou mal, passes errados, sem velocidade e cometendo muitas faltas.

Subcategories