O primeiro-ministro cessante, José Maria Neves, enalteceu hoje, na Cidade da Praia, a importância dos patrocinadores no sucesso da selecção cabo-verdiana de futebol.


De acordo com José Maria Neves, que discursava no acto de homenagem da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) ao Governo cessante e aos patrocinadores, é preciso reconhecer igualmente todo o empenho e esforço dos dirigentes desportivos nacionais.
“Não seria possível fazer este percurso sem os patrocinadores e há este esforço enorme de cada vez mais apostarem na nossa selecção de futebol”, notou o primeiro-ministro, que cessa as funções na sexta-feira.
Depois de fazer uma trajectória do percurso da selecção de futebol e do desporto nacional durante os seus 15 anos a frente do governo, José Maria Neves salientou que durante todo esse tempo houve esforço dos agentes desportivos para o desenvolvimento de todas as modalidades.
No seu último discurso na qualidade de chefe do Governo, José Maria Neves apelou os desportistas cabo-verdianos a continuar a ter ambição a trabalhar, “não obstante o desporto cabo-verdiano já ter feito um grande percurso”.
“Por isso, eu devo homenagear e destacar todos os dirigentes desportivos e as diferentes federações e todo o esforço que foi feito nos últimos anos para organizar as actividades desportivas no país”, frisou.
Em relação à homenagem, José Maria Neves disse que este  gesto da Federação é um acto de  reconhecimento do trabalho efectuado durante os 15 anos e que estende-se a todos os membros do Governo.
José Maria Neves recebeu das mãos da presidente da FCF, Vistor Osório, uma camisola assinada pelos jogadores da selecção de Cabo Verde.
Na ocasião, Victor Osório destacou o empenho das associações regionais e a parceria da administração pública, da comunicação social e dos patrocinadores, para que este primeiro ano de mandato “fosse positivo”.
Apontou a chegada ao primeiro lugar em África no “ranking” da FIFA, alcançado a 03 de Março de 2016, como o ponto alto deste primeiro mandato, defendendo que esta “façanha” é um marco que fica para sempre na história do futebol cabo-verdiano.
Referindo-se ao primeiro-ministro cessante, Victor Osório disse que o acto representa uma homenagem da FCF à sua pessoa pelo reconhecimento que faz da sua actuação e empenho do Governo na criação de condições institucionais e financeiras para o sucesso do futebol cabo-verdiano.
“Neste momento em que deixa a governação do país, creio ser oportuno agradecer a José Maria Neve pessoalmente, mas também a todo o Governo pelos ganhos conjuntos conseguidos”, concluiu Victor Osório.
A equipa liderada por Victor Osório foi eleita a 11 de Abril de 2015, substituindo a gestão de Mário Semedo após um mandato de 16 anos.
Fonte: Inforpress