Futebol Cabo Verde



 
O antigo futebolista cabo-verdiano Joaquim Rodrigues, mais conhecido por ”Djack”, foi convidado para ministrar uma conferência sobre “a liderança no desporto”, nos dias 19 e 20 deste mês, nos Estados Unidos da América.


Cabo Verde já conta com mais 37 treinadores formados com “Licença C”, um curso de 120 horas da Confederação Africana de Futebol (CAF) para licenciamento de Treinadores de Futebol em África, realizado na Cidade da Praia.


Aconteceu hoje, pelas 11 horas, na sede da Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF), a apresentação pública da Equipa Técnica da Seleção de Sub 16, Sub 17 (para jovens residentes) e Sub-21.


 
A Associação Cultural e Desportivo “Kubikais”, do Bairro Craveiro Lopes na Praia, está a organizar um torneio de futebol para este sábado, 29, com cerca de oito equipas em comemoração ao sexagésimo terceiro (63º) aniversário do bairro.



 

O Conselho Nacional de Arbitragem (CNA) já iniciou os testes físicos aos árbitros nacionais e internacionais do país, com vista à selecção das equipas para dirigirem os jogos do Nacional de Futebol 2016/17 que arrancam no mês de Maio.


 
A equipa do Veteranos Doce Vita venceu na noite de quarta-feira o torneio quadrangular de futebol São Filipe’2017, realizado no relvado do Estádio 5 de Julho, na cidade de São Filipe, na ilha do Fogo.


O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol enumera a “reforma institucional”, marcada pelo novo modelo do Campeonato Nacional, formação para treinadores de Licença C em curso, a reformatação na arbitragem e o novo relacionamento com a diáspora como ganhos dos seus dois anos de gestão.


 
O seleccionador de futebol visita hoje a Associação Escola de Futebol de Achada Grande Trás (EFAT) para assistir ao treino, ministrar uma pequena palestra dirigida aos pequenos atletas sobre a importância do treino, disciplina e foco.


 
A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) quer que o Estado passe a subsidiar a selecção com isenção do aluguer do Estádio Nacional e pagamentos pelos serviços da Polícia Nacional para poupar mil contos por jogo em casa.


 
O núcleo de gestão do Estádio Nacional desmente o presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), que avançara à imprensa que por cada jogo neste espaço paga 330 mil escudos, e informa que “por jogo” a “receita ronda os 3.800 contos”.


A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) solicitou à FIFA  a alteração de estatutos dos jogadores, visando permitir que futebolistas de uma determinada nacionalidade, mas que tenham ascendência cabo-verdiana, possam ainda estar disponível para jogar na selecção cabo-verdiana.