O areal de Santa Maria, na ilha do Sal, volta a receber o campeonato Sal Beach Soccer a acontecer de 19 a 21 de Maio desta vez com competição para jogadores portadores de paralisia cerebral.


É já na próxima semana, e durante três dias, sexta-feira, sábado e domingo, isto é, 19, 20 e 21 que a cidade turística de Santa Maria ganhará uma animação diferente, com a realização da II edição do campeonato de praia, Sal Beach Soccer Cup 2017.
A sessão de abertura da edição deste ano está programada para as 14:30 em Santa Maria, devendo ser presidida por um membro do executivo cabo-verdiano.
A “grande” novidade desta edição, onde se espera cerca de três mil espectadores, é a competição entre jogadores portadores de paralisia cerebral, cujas provas serão disputadas nos dias 20 e 21 a partir das 11:00.
Além de Cabo Verde, participam neste evento, promovido pela Câmara do Turismo em parceria com a Beach Soccer, as selecções de Portugal, Inglaterra e Alemanha – esta última estreante do Sal Beach Soccer Cup -, preenchendo, assim, o lugar deixado por Espanha que no ano passado fez-se presente nestas competições.
A prova disputada no modelo todos contra todos, sagrando-se campeã a equipa que mais pontos conquistar, deverá ser transmitida pela televisão nacional e internacional, acompanhada, igualmente, pela imprensa nacional e estrangeira em mais de 80 países.
Para o director da prova, Emídio Simões, que prognostica maior visibilidade do Sal Beach Soccer Cup, e segundo o qual desde o ano passado o país ficou inserido no calendário mundial desta modalidade, estas provas são uma “excelente” oportunidade para promover a prática do futebol de praia no país mas também um stand de venda do destino turístico Cabo Verde.
“Aproveito para agradecer aos cabo-verdianos pela forma ordeira e cívica como se portaram no ano passado. Foi um bom exemplo que deram ao mundo. Espero que este ano corra tudo bem, sem problemas, da mesma forma ordeira”, manifestou Emídio Simões.
No ano passado, Portugal sagrou-se campeão do Sal Beach Soccer Cup, a Espanha conquistou a medalha de prata, a Inglaterra, medalha de bronze, enquanto Cabo Verde, que participava pela primeira vez numa competição desta natureza, ficou na quarta, ou seja, última posição.
Fonte: Inforpress