A selecção de Cabo Verde foi domingo goleada por Portugal, por 12-3, no jogo de encerramento da segunda edição do Sal Beach Soccer Cup 2017, que vinha decorrendo desde sexta-feira, no areal da praia de Santa Maria.


O campeonato de praia, Sal Beach Soccer Cup 2017, em que participaram ainda as formações da Alemanha e Inglaterra, foi ganho pela selecção de Portugal, que venceu todos os três jogos disputados.
Os jogos da terceira e última jornada, Alemanha e Inglaterra e Cabo Verde Portugal, este último desafio, presenciado pelo Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, arrastaram cerca de três mil espectadores para o areal da praia de Santa Maria.
Perante um colorido e movimentação diferentes, Cabo Verde, apesar de ter evoluído a esse nível de competição, não aguentou os jogadores lusos, que, mais uma vez, fizeram-se campeões nesta segunda edição do Sal Beach Soccer.
Confrontado com a prestação dos atletas crioulos, o Presidente da República, que veio ao Sal presidir a cerimónia de abertura da Semana Jorge Barbosa, logo à tarde, no âmbito da celebração dos 115 anos de nascimento do poeta, disse ter gostado do que viu, porém, tratando-se de uma modalidade nova para o país, “é preciso muito trabalho”.
“Temos boas potencialidades, pessoas com muita habilidade, mas como tudo na vida, tratando-se de uma modalidade nova, é preciso muito trabalho, perseverança, treino e experiência”, declarou.
Jorge Carlos Fonseca considera que foi um jogo com uma equipa “muito poderosa”, mas disse esperar que numa próxima oportunidade Cabo Verde possa fazer melhor.
“Creio eu que temos todas as condições para desenvolver essa modalidade em Cabo Verde. E, podemos ir longe”, manifestou o chefe de Estado.
Por sua vez, o edil salense, Júlio Lopes, reiterou que o Sal Beach Soccer veio para ficar, um sinal, conforme disse, que a Câmara Municipal, o Governo, a Câmara do Turismo e todos os parceiros desse evento, estão empenhados em cada vez mais qualificar e realizar este acontecimento com maior qualidade.
“Mas, para além do Sal Beach Soccer estamos a investir fortemente nos desportos náuticos em geral, designadamente kite beach e outros desportos relacionados com o mar”, apontou.
“Temos mar, bom clima, praias de areia, temos campeões ao nível dos desportos náuticos, por isso temos todas as condições para projectar o nome do Sal e Cabo Verde no contexto internacional, com a vantagem também de contribuir para a formatação de um destino turístico de qualidade que queremos para o Sal e para o país”, sublinhou o autarca.
Fonte: Inforpress