Mário “Donnay” Avelino, presidente da Comissão de Gestão da Federação Cabo-verdiana de Futebol e da Associação Regional de Futebol de Santiago Sul, considera-se candidato nato à presidência da Federação Cabo-verdiana de Futebol na assembleia-geral electiva de 30 de Setembro.


“Eu sou candidato nato à Federação, não caí de paraquedas. Sou candidato do Povo”, precisa o pretendente à liderança da FCF, sublinhando ter já dado provas com trabalho feito durante o largo tempo nas associações regionais de futebol de Santiago Norte e Santiago Sul e que apenas está empenhado em trabalhar para o bem do futebol cabo-verdiano.
Donnay afirma mesmo que vai avançar com a sua segunda candidatura nesta corrida federativa, num momento que já perfilam as candidaturas anunciadas do jornalista e professor José Mário Correia e do dirigente desportivo e treinador de futebol Celestino Mascarenhas.
Fala-se ainda na eventualidade do antigo presidente federativo, Mário Semedo, avançar com uma nova candidatura, dada a forte pressão da sociedade desportiva, civil e não só e mesmo das instâncias internacionais no sentido de devolver o prestígio à selecção nacional e à FCF.
Inforpress