A Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão (AFRNSA) considera que “a partir do dia 30 de Setembro, a Comissão de Gestão da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) entra em incumprimento e fica sem legitimidade” para continuar à frente da instituição.


Num comunicado a que a Inforpress teve acesso, a direcção da Associação de Futebol da Região Norte de Santo Antão mostrou “a sua indignação perante esta situação”, já que as eleições deveriam acontecer até dia 30 de Setembro do corrente ano.
“Não corresponde à verdade quando o presidente da Comissão de Gestão da FCF vem ao público dizer que não foi definido uma data oficial para as eleições”, desmentiu a Associação de Santo Antão Norte, que disse ter tomado conhecimento do adiamento das eleições para Outubro, através dos órgãos de comunicação social.
O documento assinado pelo presidente da Associação, Carlos Assunção, considera que o presidente da Comissão de Gestão aproveitou-se de um lapso ocorrido na acta, lapso esse “que deveria estar corrigido há muito tempo porque o mesmo lhe foi entregue no dia 28 de Agosto de 2017 e enviado às Associações Regionais de Futebol no dia 18 de Setembro do ano corrente”.
“A imprensa cabo-verdiana divulgou e bem a data das eleições”, considera Carlos Assunção, no comunicado, considerando que a data ainda não foi divulgada pela Comissão de Gestão porque esta “está de braços cruzados”.
Por isso, Assunção reitera, no comunicado, “que a partir do dia 30 de Setembro, a referida comissão entra em incumprimento e sem legitimidade para governar os destinos da FCF”.
inforpress