A Federação Cabo-verdiana de Futebol apresentou hoje o seu projecto social “Futebol Solidário” ao Presidente da República, vocacionado para apoiar os antigos desportistas que elevaram o nome de Cabo Verde através do desporto e que se encontram em dificuldades.


O líder da FCF, Mario Semedo, acompanhado por Inácio de Carvalho, um dos vice-presidentes da direcção, deu a conhecer o projecto ao Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, durante uma audiência, com o propósito de contar com o “Alto Patrono do Presidente da República”.
Trata-se, segundo aquele dirigente desportivo, de um projecto “para apoiar os antigos desportistas, especialmente os que se encontram em dificuldade, aqueles que elevaram o nome de Cabo Verde através do desporto”, mas sublinha que este projecto terá várias vertentes que estão a ser analisadas.
Para esta iniciativa, a FCF revelou ter já um parceiro social identificado, a Plataforma das ONG, liderada por Jacinto Santos, com quem pretende lançar campanha nacional e internacional de Sócio da FCF.
O Presidente da República “recebeu com entusiasmo a notícia do projecto solidário, confirmando o seu Alto Patrocínio, louvou o engajamento da Plataforma das ONG, relembrando que, de facto, é preciso apoiar os desportistas que engrandecem o nome de Cabo Verde, especialmente aqueles que por auguras da vida encontram-se em maiores dificuldades, quer de saúde, quer de sustento”
Semedo informou ao Presidente da República da necessidade da criação de uma Lei que garanta alguns benefícios, nomeadamente, uma pensão para os desportistas, à semelhança do que já existe com os artista e adianta mesmo que a sua equipa está a trabalhar na proposta que já se encontra na fase final para ser remetida ao Governo.
De igual modo, agradeceu o convite para ser o sócio número 1 da FCF, pelo que se compromete a convidar os seus homólogos, amantes do futebol, para, também, serem sócios da FCF.
Inforpress
Futebol CV: FCF apresenta projecto social “Futebol Solidário” ao Presidente da República
A Federação Cabo-verdiana de Futebol apresentou hoje o seu projecto social “Futebol Solidário” ao Presidente da República, vocacionado para apoiar os antigos desportistas que elevaram o nome de Cabo Verde através do desporto e que se encontram em dificuldades.
O líder da FCF, Mario Semedo, acompanhado por Inácio de Carvalho, um dos vice-presidentes da direcção, deu a conhecer o projecto ao Chefe de Estado, Jorge Carlos Fonseca, durante uma audiência, com o propósito de contar com o “Alto Patrono do Presidente da República”.
Trata-se, segundo aquele dirigente desportivo, de um projecto “para apoiar os antigos desportistas, especialmente os que se encontram em dificuldade, aqueles que elevaram o nome de Cabo Verde através do desporto”, mas sublinha que este projecto terá várias vertentes que estão a ser analisadas.
Para esta iniciativa, a FCF revelou ter já um parceiro social identificado, a Plataforma das ONG, liderada por Jacinto Santos, com quem pretende lançar campanha nacional e internacional de Sócio da FCF.
O Presidente da República “recebeu com entusiasmo a notícia do projecto solidário, confirmando o seu Alto Patrocínio, louvou o engajamento da Plataforma das ONG, relembrando que, de facto, é preciso apoiar os desportistas que engrandecem o nome de Cabo Verde, especialmente aqueles que por auguras da vida encontram-se em maiores dificuldades, quer de saúde, quer de sustento”
Semedo informou ao Presidente da República da necessidade da criação de uma Lei que garanta alguns benefícios, nomeadamente, uma pensão para os desportistas, à semelhança do que já existe com os artista e adianta mesmo que a sua equipa está a trabalhar na proposta que já se encontra na fase final para ser remetida ao Governo.
De igual modo, agradeceu o convite para ser o sócio número 1 da FCF, pelo que se compromete a convidar os seus homólogos, amantes do futebol, para, também, serem sócios da FCF.
Inforpress