A Federação Cabo-verdiana de Futebol, FCF, não recebeu nenhuma resposta de Jovane Cabral rejeitando a sua convocatória para o encontro da Seleção Nacional frente a Lesoto,  no dia 09 de Setembro, em Maseru, a contar para a segunda jornada do Grupo L das eliminatórias do Campeonato Africano de Futebol (CAN) de 2019, nos Camarões.


“Jovane Cabral, em nenhum momento rejeitou a chamada do selecionador”, afirmou uma fonte da FCF.

“Para exemplificar, Zé Luís recebeu a convocatória e declinou num documento escrito enviado à FCF. Ao contrário do jogador do Spartak de Moscovo, Jovane Cabral nunca disse não à convocatória do selecionador nacional Rui Águas”, adiantou a mesma fonte.

Recordamos que o jornal português  ojogo anunciou que o extremo do Sporting de Portugal escolheu representar a seleção portuguesa de futebol em vez de Cabo Verde.

O mesmo jornal adiantou ainda que o jogador não vai apresentar-se na concentração para o estágio de Cabo Verde, a ter lugar no dia 2 de setembro, em Lisboa, Portugal, uma vez que tem o objetivo de jogar nas seleções portuguesas.

Rui Águas disse, numa entrevista, acreditar que o extremo vai apresentar-se no estágio, afirmando que “a mudança de seleção não é tão simples assim”.

Jovane Cabral, 20 anos, alinhou uma vez na seleção AA de Cabo Verde, num jogo particular frente ao Luxemburgo, em março de 2017.

Natural de Santa Catarina, destacou-se para a  seleção de Cabo Verde sub-17 na IX edição dos jogos da CPLP de 2014, disputado em Luanda, com 13 golos em 5 jogos.