A selecção senegalesa de sub-17 em futebol sagrou-se esta terça-feira campeã do torneio de qualificação para o CAN´2019, ao vencer na final a sua congénere da Guiné-Conacri por 4-0, competição que vinha decorrendo desde de 09 de Setembro no Senegal.


O árbitro internacional cabo-verdiano Fabrício Duarte foi escolhido para ser o juiz principal do jogo da final que aconteceu no Estádio Ngalandou Diouf, em Rufisque (Senegal).
Terminada esta competição ficou conhecida a lista dos oito países que irão participar no Campeonato Africano de Futebol Sub-17 a ter lugar de 12 a 26 de Maio do próximo ano, na Tanzânia.
Nigéria, Senegal e Guiné Conacri foram as últimas selecções a garantir presença, sendo que esta última beneficiou do novo regulamento que passou a respeitar agrupamentos por zonas geográficas, estabelecendo que na zona onde se localize o campeão em título haja duas vagas.
Assim sendo, a Zona Oeste Africana onde está o Mali, vencedor das duas últimas edições qualificou-se para além do Senegal, primeiro classificado, também a Guiné-Conacri, como finalista vencido.
Nesta prova, Cabo Verde chegou às meias-finais, onde perdeu com a selecção que viria a sagrar-se campeã, o Senegal, por 6-0, perdendo também a chance de alcançar a final desta prova e consequente apuramento para o CAN da Tanzânia, uma vez que os dois finalistas têm a passagem automática para o campeonato africano de sub-17.
Além da Tanzânia (anfitriã), se qualificaram para a final deste CAN as selecções do Uganda, da zona centro-leste, Marrocos, da zona norte, Angola, da zona sul, os Camarões, da zona do centro de África, mais o Senegal e a Guiné Conacri, da zona Oeste.
Inforpress