O avançado internacional cabo-verdiano pela selecção residente Euclides Andrade “Clé” vai representar a equipa do Oliveira do Hospital, da terceira divisão de Portugal.


O antigo jogador da Boavista da Praia, que já começou a treinar com a sua nova equipa, revelou à Inforpress que está somente à espera do certificado internacional para ser utilizado pelo treinador.
Clé acrescentou ainda que se trata da concretização de um sonho e prometeu trabalhar para ir cada vez mais longe.
Na última temporada, ao serviço dos axadrezados da capital, foi melhor marcador de Santiago Sul, pelo segundo ano consecutivo, e esteve na selecção de Santiago que conquistou o torneio Inter-Ilhas.
O jogador já representou as selecções de base ( sub-19 e sub-20) e esteve no combinado de jogadores residentes nos jogos de pré-eliminatória para o CHAN’2020, contra a Mauritânia..
Nascido na localidade de Cancelo, em Santa Cruz, no interior de Santiago, Clé foi descoberto pelo professor Ambrósio, da Esperança de Calheta, para o mundo do futebol.
Da Calheta, teve de se deslocar para o município do Tarrafal de Santiago para representar o Beira-Mar, no Regional de Santiago Norte, onde, na sua primeira época, apontou 15 golos.
Mas antes, já tinha dado nas vistas também quando conquistou o título do melhor marcador dos sub-17, em Santiago Sul.
Considerado o melhor jogador dos sub-19, aquando da sua vitória no Campeonato de Cabo Verde ao serviço da Esperança da Calheta, Clé foi rapidamente contratado pelo Boavista e na sua primeira aparição num clube da capital foi eleito melhor marcador da Taça dos Campeões.
Inforpress