A Associação Escola EFAT procura parcerias com vista a sua participação no Torneio Barrinha Internacional Cup sub-13, promovido pelo Sporting Clube de Esmoriz no, distrito de Aveiro, Portugal, de 16 a 21 de Junho do ano em curso.


A EFAT já confirmou a sua presença no referido torneio, pelo que lança esta o”fensiva” no sentido de encontrar parceiros para fazer face aos “enormes custos” inerentes ao mesmo, principalmente, para a aquisição de bilhetes de passagem, de modo a concretizar mais esta participação.
De acordo com a direcção desta escola de formação de Achada Grande Trás, a ideia é representar o país com uma comitiva constituída por 17 integrantes, dos quais14 atletas e três membros da equipa técnica, sendo 12 do sexo masculino e dois do sexo feminino.
Apesar de ser um torneio masculino, a EFAT. Segundo a direcção, solicitou a inclusão de duas meninas no grupo, por considerar a inclusão do género uma das principais bases da Associação, apostada em proporcionar oportunidade às meninas de estarem inseridas “neste mundo ainda dominado pelos rapazes”, fazendo jus a sua máxima “há lugar para todos, e é isto que o Futebol ensina!”
A participação em torneios desta natureza é referenciada como uma grande aposta deste Projeto Social e Desportivo, virado para a grande mobilização que “têm causado no seio da comunidade e das famílias de Achada Grande Trás, com efeito directo na vida dos envolvidos e do país no seu todo, visto que também estará a representar Cabo Verde ao mundo”.
“Estas oportunidades têm-se revelado um grande incentivo às crianças, jovens e adolescentes da Escola EFAT, fazendo os acreditar e lutar pelos seus sonhos. Também constitui, certamente, uma oportunidade de troca de experiência e de amizade com outras culturas e outras realidades, onde todos saem a ganhar”, lê-se no comunicado de imprensa.
Trata-se da segunda deslocação da EFAT ao “Velho Continente”, já que no ano passado uma comitiva também de sub-13 tinha participado num torneio Internacional em Lyon, França, “com resultados excepcional tanto ao nível desportivo como ao nível social, trazendo na mala a taça de segundo classificado, o Melhor Jogador e a Taça Fair Play”.
Inforpress