Zé Luís pediu, esta terça-feira, que se faça justiça no caso da morte de Giovani,  o jovem estudante cabo-verdiano assassinado brutalmente em Bragança, Portugal, por 15 indivíduos.


"Que se faça justiça, lutemos para que isso aconteça, só assim o nosso irmão encontrará paz e descansará", refere o avançado, internacional cabo-verdiano, que chegou esta temporada aos dragões, proveniente dos russos do Spartak de Moscovo, numa mensagem na rede social Instagram.

Zé Luís enviou as condolências aos familiares do jovem, garantindo que se junta à luta para que seja feita justiça.

Em 21 de dezembro de 2019, o estudante cabo-verdiano do Instituto Politécnico de Bragança (IPB) Luís Giovani dos Santos Rodrigues terá sido agredido por vários homens à saída de uma discoteca da cidade.

Transportado para o Hospital de Santo António, no Porto, o estudante de 21 anos acabou por morrer em 31 de dezembro.

O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária (PJ).
c/jn