O Egito será o país anfitrião da edição deste ano da Taça das Nações Africanas, anunciou esta terça-feira o presidente da Confederação Africana de Futebol.


A prova, a decorrer entre junho e julho, estava prevista para os Camarões, mas o país perdeu o direito a acolher a prova devido a múltiplos atrasos na preparação das infra-estruturas e devido à violência existente no país.

Foi aberta uma nova fase de candidaturas e o Egito venceu sem contestação, com 16 votos contra 1 a favor da África do Sul.

Recorde-se que já existem 14 equipas qualificadas para este torneio: Madagáscar, Tunísia, Egipto, Senegal, Marrocos, Nigéria, Uganda, Mali, Guiné, Argélia, Mauritânia, Costa do Marfim, Quénia e Gana.

Cabo Verde (4 pontos) precisa de vencer o Lesoto (5 pontos) no Estádio Nacional no jogo da 6ª e ultima jornada deste grupo L de qualificação, e depende que a Tanzânia (5 pontos) perca ou empate com Uganda (já qualificada).