Esta terça-feira, em conferência de imprensa de apresentação do novo selecionador, quando questionado sobre um possível regresso de Heldon, Bubista não arranjou subterfúgios e abordou de forma aberta a questão.


O novo selecionador confessou que notou “alguma mágoa” na forma como o melhor marcador de sempre da selecção nacional se despediu, e não descarta a possibilidade de o tentar trazer de novo à selecção. “Já abordei este assunto com o presidente. Senti uma certa mágoa da parte dele ao sair daquela forma, não estou a culpabilizar ninguém. Terei todo o prazer em falar com ele, até porque da primeira vez que veio a selecção, eu estava na equipa técnica.” Vamos ter de falar com todos esses jogadores mais antigos, e ver a forma como poderão ajudar, de uma ou de outra forma.”

Recorde-se, que o avançado disse adeus aos Tubarões Azuis no último jogo da seleção nacional, em novembro do ano passado, em casa frente a Moçambique.
rtc