Tubarões Azuis


Segundo o maisfutebol, a Federação Portuguesa de futebol (FPF) rejeita ter acordado com a sua congênere cabo-verdiana que iria pagar o salário do selecionador Rui Águas e do seu assistente Bruno Romão.


O presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol responsabilizou esta segunda-feira a federação portuguesa pelo atraso no pagamento de 78 mil euros em salários que levaram à saída de Rui Águas e do seu adjunto da seleção.


Heldon Ramos, conhecido por Nhuck, foi nomeado desportista de confiança dos cabo-verdianos na gala ''Selo Morabeza'' edição de 2015.



O Prof. Felisberto Cardoso, conhecido no meio desportivo por Beto, foi hoje nomeado novo selecionador nacional de futebol.



A seleção nacional de futebol caiu 7 posições  no ranking da FIFA,  actualizado esta quinta-feira, dia 3.


Rui Águas é o seleccionador Nacional de Futebol.  A garantia é do presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Victor Osório, ao CRIOLOSPORTS.COM.


Lerin Duarte está muito próximo de representar os Tubarões Azuis.


“Não Vamos Parar” -  reage o presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Victor Osório, à notícia veiculada pelo jornal A Nação que dá conta de que o seleccionador nacional Rui Águas está de saída do commando da Selecção Nacional de Futebol depois de ter acumulado sete meses de salário em atraso.


Os problemas salariais com o seleccionador nacional, Rui Águas, estão a ser resolvidos normalmente pelo que não há motivos para alarme.


Com sete meses de salário em atraso, Rui Águas disse adeus a selecção nacional. Noticiou hoje o jornal A Nação, na sua edição de impresso nº 430.