Afrobasket 2021: Tunísia conserva seu título de campeã do Afrobasket


A equipa masculina de basquetebol da Tunísia sagrou-se campeã da 30ª edição do Campeonato Africano das Nações, Afrobasket, que decorreu no Ruanda.


Tunísia conservou, neste domingo, o seu título africano ao derrotar a Côte d’Ivoire por 78-75 na final do Afrobasket de 2021.

A Tunísia torna-se assim no primeiro país a vencer por duas vezes consecutivas o título supremo africano na categoria masculina desde 2009, em Luanda (Angola) e em Tripoli (a Líbia),  relativamente à sua terceira coroa continnental após 2011 em Madagáscar e 2017 em casa.

Neste domingo, na sala de basquetebol da Kigali Arena, os « Águias de Cartago »   dominaram literalmente os « Elefantes » durante a primeira parte do jogo, com 13 pontos de vantagem (47-34), para finalmente impor-se com apenas três pontos (78-75)

Os basquetebolistas ivoirienses voltaram em força após a pausa, mas a diferença foi demasiado consistente; embora a 10 segundos do apito  final, eles desperdiçaram uma última posse, qu, se melhor gerida, poderia conduzir a prolongações.

Entre estas duas equipas que procuram  um terceiro título continental, a última palavra  voltou então à Tunísia que foi simplesmente a formação mais completa deste Afrobasket.
Um pouco mais cedo, o Senegal  venceu a terceira posição e a medalha de bronze às custas de Cabo Verde (86-73).
 
Gorgui Sy Dieng, autor de 30 pontos,  dirigiu os seus companheiros da equipa para um sucesso que lhes permitiu estar no pódio continental, na mesma posição que em 2017.
Pana


Print   Email