África: CAN 2025 de futebol vai ser no Marrocos



O Comité Executivo (COMEX) da Confederação Africana de Futebol (CAF) atribuiu esta quarta-feira a organização do Campeonato Africano das Nações  de Futebol (CAN) de 2025 a Marrocos.


O de 2027 foi confiado ao Quénia, Uganda e Tanzânia.

A escolha de Marrocos para substituir a Guiné Conakry, rejeitada pela CAF por ter tardado muito a apresentar trabalhos relativos à organização do CAN 2025, depois de o seu principal adversário, a Argélia, ter desistido da corrida há poucos dias.

Marrocos foi designado com todos os  votos do COMEX, ou seja, 22.

Por outro lado, a designação do Quénia, Uganda e Tanzânia constitui uma verdadeira surpresa, visto que o Senegal era favorito.

Além disso, a dupla Benin-Nigéria e Zâmbia associada ao Botswana, entraram na corrida, na última hora, para a organização do CAN 2025.

O reino de Marrocos volta a acolher o CAN depois do ter organizado 37 anos antes.

Marrocos, candidato com Espanha e Portugal à organização do Mundial de futebol de 2030, dispõe de todas as condições desportivas, hoteleiras, rodoviárias e aeroportuárias para acolher a competição continente africano.

Por outro lado, é um grande desafio que enfrentam agora os três países da África Oriental que atualmente têm apenas um estádio que cumpre os padrões internacionais.

Trata-se do Estádio Nacional Benjamin Mkapa em Dar-es-Salam, na Tanzânia.

Além disso, nenhum deles organizou alguma vez um CAN. Mas com um total de 70.000.000 de habitantes, estes três países de língua inglesa têm uma vantagem demográfica significativa.

Se o Quénia e o Uganda são países mais atléticos, a Tanzânia tem um futebol atualmente em plena expansão.

A Etiópia é a última nação do Corno de África (leste) a acolher o CAN de futebol, em 1976.
pana


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.