CAN 2021: «Jogadores estiveram 35 minutos a fazer banhos de gelo e depois vêm pedir-nos para voltar?» - Selecionador da Tunísia


Selecionador da Tunísia perplexo com a atuação do árbitro no jogo com o Mali



O selecionador da Tunísia manifestou-se perplexo com a decisão do árbitro Janny Sikazwe de terminar, por duas vezes antes do final do tempo regulamentar, o encontro com o Mali, da Taça das Nações Africanas (CAN).

"O árbitro retirou-nos sete ou oito minutos de tempo de compensação. Foi uma decisão inexplicável. Não consigo compreender. Vamos aguardar pelas decisões que poderão ser tomadas", começou por dizer Mondher Kebaier, após a partida da primeira jornada do Grupo F da CAN'2021, que decorre nos Camarões.

Numa altura em que o Mali vencia por 1-0, o árbitro zambiano Janny Sikazwe terminou o encontro quando estavam decorridos 85 minutos, retomou-o aos 87 e voltou a terminá-lo, desta vez de forma definitiva, aos 89, isto depois de uma segunda parte em que houve nove substituições, duas grandes penalidades, recurso ao videoárbitro e ainda uma pausa para hidratar.

Logo no relvado, os tunisinos exibiram a sua revolta e perplexidade com a decisão do árbitro, mas a insólita situação não se ficou por aí, já que, posteriormente, quando as conferências de imprensa iriam iniciar-se, as equipas foram chamadas novamente para retomar o jogo, já com árbitro, só que os tunisinos não subiram ao relvado.

"O árbitro apitou para o final do jogo, disse-nos para nos retirarmos do campo e irmos para os balneários, os jogadores estiveram durante 35 minutos a fazer banhos de gelo e, depois, vêm pedir-nos para voltarmos para o relvado? Ando há 30 anos no futebol e nunca tinha visto algo assim", disse Mondher Kebaier.

O Mali acabou por vencer por 1-0 a Tunísia, graças a uma grande penalidade convertida por Ibrahima Koné, aos 48 minutos.

A 33.ª edição da Taça das Nações Africanas (CAN) decorre até 6 de fevereiro, nos Camarões.
Lusa


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.