CAN 2023: Cabo Verde revela "muita pressão de clubes europeus" na convocatória dos jogadores



Cabo Verde quer passar pela terceira vez a fase de grupos de uma Taça das Nações Africanas (CAN) de futebol, apesar de estar numa ‘poule’ "extremamente complicada", disse hoje à Lusa o presidente da Federação Cabo-Verdiana de Futebol (FCF).



"Estamos num grupo extremamente complicado, com equipas muito experientes” como Egito, Gana ou Moçambique, formação lusófona “que tem crescido muito nos últimos anos”, afirmou Mário Semedo.

A seleção cabo-verdiana disputa a principal competição africana de seleções pela quarta vez, a segunda seguida, depois de ter chegado aos oitavos de final em 2021, aos quartos em 2013, na estreia, e ficado pela fase de grupos em 2015.

Os comandados do selecionador Bubista estreiam-se na competição no domingo, frente ao Gana, encerrando a disputa do Grupo B diante do vice-campeão africano Egito, orientado pelo português Rui Vitória, no dia 22, já depois de medirem forças frente às 'mambas'.

“Moçambique é uma seleção lusófona, há sempre aquela rivalidade saudável entre os países que falam a mesma língua, mas nada de especial: vamos jogar para atingir os objetivos", acrescentou.

Mário Semedo admitiu "pressões e resistência" por parte dos clubes relativamente à cedência de jogadores para a seleção, sobretudo dos emblemas europeus.

"Este é um fenómeno que toda a África enfrenta, não só Cabo Verde, em relação aos jogadores que estão na Europa: há sempre muita pressão por parte dos clubes”, disse o dirigente, que apelou a mais diálogo entre a Confederação Africana de Futebol (CAF) e a FIFA para resolver essas "pressões".

Contar com os avançados Jovane Cabral, que alinha nos italianos da Salernitana, ou Bebé, dos espanhóis do Rayo Vallecano, alimenta a ambição por um melhor resultado que o conseguido em 2013, quando figurou nos oito primeiros lugares da competição disputada na África do Sul.

"São jogadores experientes, de alta competição e de duas ligas muito fortes, que com certeza darão mais-valias e podem acrescentar muito ao grupo", vincou o responsável.

A CAN 2023 vai ser disputada entre sábado e 11 de fevereiro, na Costa do Marfim.
lusa


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.