CAN 2023 Quartos-de-final: Grandes “Duelos” e oposição “política”. Antevisão dos quartos-de-final



Das 24 seleções que iniciaram a Copa de África das Nações (CAN 2023), restam apenas 8 que disputarão os quartos-de-final da competição na sexta-feira, 2 de fevereiro, e no sábado, 3 de fevereiro.



Nigéria, Angola, RD Congo, Guiné, Mali, Costa do Marfim, Cabo Verde e África do Sul, estes são os países que conseguiram o apuramento para os quartos-de-final da CAN 2023, competição que reservou boas surpresas nesta 34ª edição.

Com estas seleções assistiremos a 4 partidas, cada uma tão interessante quanto a outra.

Nigéria – Angola

Este é o primeiro pôster dos quartos-de-final.

Coloca um tenor do continente contra outra seleção que não era necessariamente esperada chegar a este nível da competição.

Este ano, a Nigéria manteve o seu lugar. Tranquilas na fase de grupos, com duas vitórias sobre a Costa do Marfim (1-0) e a Guiné-Bissau (1-0) e um empate frente à Guiné Equatorial (1-1), as Super Águias impressionaram ainda mais frente aos Camarões, que venceram com maestria nos oitavos-de-final (2-0).

No papel, deveriam vencer Angola. Mas fique atento aos Palancas Negras que demonstraram até agora que vieram para solo marfinense com o objetivo alto.

Saindo em primeiro lugar no seu grupo à frente de Argélia, Burkina Faso e Mauritânia, Angola confirmou-se nos oitavos-de-final ao derrotar a Namíbia (3-0).

A Nigéria deve, portanto, levar isto muito a sério ou corre o risco de ser surpreendida.

RD Congo – Guiné

Aos poucos o pássaro faz o seu ninho, este é o resumo que podemos fazer do percurso da RD Congo durante esta competição.

Reconstruída por Sébastien Desabre que lhe deu alma e vontade de vencer, a selecção dos Leopardos prova que podemos contar com ela para a vitória final e pelo menos para a presença nas meias-finais.

Se não marca muito, também não se deixa dominar e mostra-se sólido ao longo dos jogos.

Portanto, não será surpresa vê-la nas meias finais.

Mas ainda precisa de eliminar a Guiné, que também apresenta o mesmo estado de espírito. Esta jovem equipa, liderada por Kaba Diawara, conseguiu chegar aos quartos, mas não pensa parar por aí.

A batalha será dura.

Mali – Costa do Marfim

Com estas duas equipas, a oposição irá além do quadro desportivo para se encontrar no terreno político, ou quase. Na verdade, desde que o exército assumiu o poder no Mali, nada está a correr bem entre Bamako e Abidjan.

O caso dos 49 soldados costa-marfinenses detidos no Mali há alguns meses exacerbou as tensões entre os dois países, com as autoridades malianas a acusarem os seus homólogos costa-marfinenses de quererem desestabilizar o seu país.

Acusações que não passam no lado de Abidjan, onde a tomada do poder pelo exército do Mali não é nada apreciada.

Recentemente, um maliano foi acusado de pisar na camisa da Costa do Marfim. Isto provocou protestos nas redes sociais e levou os marfinenses a fazer comentários depreciativos relativamente aos seus vizinhos.

O jogo Mali – Costa do Marfim promete, portanto, ser tenso. Além de um evento desportivo, também será disputado a nível político.

É difícil ter uma ideia do futuro vencedor deste encontro. Humilhados pela Guiné Equatorial, os costa-marfinenses recuperaram bem e recuperaram a confiança após eliminarem o Senegal.

O mesmo se aplica ao Mali, que se prevê ir muito longe após a vitória sobre o Burkina Faso na terça-feira.

Cabo Verde vs África do Sul

Um duelo entre dois países que estão a fazer uma boa campanha.

Depois de quatro jogos disputados desde o início da competição, Cabo Verde não regista qualquer derrota.

Vencedores sobre Gana (2-1) e Moçambique (3-0), os Tubarões Azuis seguraram o Egito (2-2), antes de derrotar a Mauritânia nos oitavos-de-final.

A África do Sul começou mal com uma derrota frente ao Mali (2-0), mas compensou ao vencer a Namíbia (4-0) e empatar com a Tunísia (0-0).

Melhor, Bafana Bafana alcançou o feito na terça-feira ao derrotar o Marrocos com um placar de 2-0.

As duas equipas têm, portanto, quase a mesma trajetória e começarão este encontro em pé de igualdade.

O programa dos quartos-de-final:

Sexta-feira, 2 de fevereiro
17:00 GMT Nigéria – Angola
20h00 GMT RD Congo – Guiné

Sábado, 3 de fevereiro
17:00 GMT Mali – Costa do Marfim
20h00 GMT Cabo Verde – África do Sul

ADP/CrioloSports


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.