CAN2021: Selecionador da Guiné-Bissau e mais dois jogadores infetados com o coronavírus

CAN Hits: 230


O selecionador guineense de futebol, Baciro Candé, está infetado com o coronavírus e estará ausente do jogo de sábado com o Egito, para a Taça das Nações Africanas (CAN), revelou hoje o treinador à Lusa.


Além do selecionador, também estão infetados os jogadores Maurice Gomis (guarda-redes) e Joseph Mendes (avançado), bem como o adjunto de Baciro Candé, o técnico português Orlando Machado.

O selecionador guineense lamentou que não possam dar a sua contribuição direta no jogo decisivo que a Guiné-Bissau realiza no sábado, com o Egito, treinado pelo português Carlos Queiroz, da segunda jornada da fase de grupos da CAN2021, que decorre nos Camarões.

Baciro Candé explicou igualmente que três dos seis jogadores dados como infetados em testes de rotina efetuados pela Confederação Africana de Futebol (CAF), no passado sábado, já tiveram resultado negativo, mas ainda não poderão jogar.

 Os jogadores Nanu, Alfa Semedo e Mimito Biai continuam positivos, enquanto Jonas Mendes, Jorginho Intima e Leonel Alves já não estão com infeção ativa, embora só possam voltar a competir após um teste de resistência aos pulmões, que deverão realizar hoje num hospital de Garoua, no norte dos Camarões, sede da seleção guineense.

“Estes seis jogadores ficaram isolados do resto do grupo durante cerca de uma semana, não estão a 100% para treinar. É uma situação muito complicada para nós”, observou Baciro Candé.

A Guiné-Bissau empatou a zero diante do Sudão no jogo de estreia do grupo D do CAN2021.
lusa

Print