Taça de Ásia: Ró-Ró conquista Taça Asiática pelo Qatar



O Qatar, do ex-Internacional cabo-verdiano Pedro Miguel Correia (Ró-Ró), revalidou hoje a conquista da Taça Asiática, depois de ter erguido o troféu pela primeira vez na anterior edição, em 2019.



A jogar em casa, e com o defesa, ex-Internacional cabo-verdiano, no banco de suplentes, a seleção do Qatar derrotou, com três golos de grande penalidade (aos 22, 72 e 90+5 minutos) apontados pelo avançado Akram Afif, a Jordânia na final da Taça Asiática de futebol de 2023, por 3-1, e revalidou o título continental.

Ró-Ró Integrou a Seleção de Cabo Verde que ganhou a Medalha de Ouro nos Jogos da Lusofonia de 2009 realizados em Lisboa, Portugal.

Nascido em Algueirao-Mem Martins, Sintra, Portugal, filho de pais cabo-verdianos, Ró-Ró fez parte da sua formação futebolística no Benfica, onde se iniciou nas escolinhas e terminou o seu percurso no primeiro ano de juvenil.

Depois de passar por Estoril e Estrela da Amadora, acabou a sua formação no Farense, clube onde se estreou nos seniores em 2009/2010, numa altura em que o clube algarvio estava na extinta IIIª Divisão Nacional.

Passou ainda pelo Aljustrelense, antes de em 2010, juntamente com mais 30 jogagores estrangeiros, receber o convite para jogar no Qatar, que na altura procuva reforçar e dar visibilidade ao futebol, tendo em vista a realização do Mundial 2022.

No Qatar representou o Al Ahli durante cinco épocas e meia, antes de a meio da temporada 2015/16 se ter transferido para o Al-Sadd, então treinado pelo técnico português, Jesualdo Ferreira, e onde começou a ganhar a apreciação de muitos, incluindo o atual técnico do Barcelona, Xavi, que também jogou pelo Al Sadd.

Foi no mesmo ano que conseguiu a sua primeira internacionalização pelo Qatar, tendo feito a estreia no último jogo da segunda fase de qualificação para o Mundial de 2018 frente a China.

Hoje, vive uma vida confortável em Doha onde já conquistou vários títulos.

Fez parte da seleção do Qatar que fez história ao conquistar a Copa Asiática de 2019, derrotando o Japão por 3-1 na final.

Também fez parte seleção que disputou a Copa de 2019 América e Copa Ouro 2021.

Na seleção já soma 96 partidas, sendo uma das referências da equipa liderada por Tintín Márquez.

ADP/CrioloSports


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.