Futebol: Gianni Infantino agradece a Cabo Verde por dar nome de Pelé ao Estádio Nacional


O presidente da FIFA manifestou a sua gratidão a Cabo Verde pela iniciativa de dar o nome de Pelé ao Estádio Nacional, em uma mensagem deixada na sua conta do Instagram, após a morte do futebolista brasileiro.


“Muito obrigado, Cabo Verde! Quero agradecer ao senhor Primeiro-Ministro, Ulisses Silva, ao Ministro do Desporto, Carlos do Canto, e à Federação Cabo-verdiana de Futebol, na pessoa do seu presidente, Mário Semedo, o facto de Cabo Verde ter anunciado a intenção de dar o nome de Pelé ao Estádio Nacional”, pode ler-se na nota deixada por Gianni Infantino na rede social.

Para Infantino, este gesto pioneiro dignifica o país e honra a memória de Pelé, acrescentando que espera que “mais estádios e locais onde se joga futebol em todo o mundo possam também vir a associar-se a esta homenagem global”.

Pelé morreu na quinta-feira, aos 82 anos, no hospital israelita Albert Einstein, em São Paulo, na sequência da falência de múltiplos órgãos, resultado da progressão do cancro do cólon.

O ex-futebolista estava internado desde o dia 29 de novembro naquele hospital para tratamento de quimioterapia a um tumor no cólon e tratamento de infeção respiratória.

Nascido em 23 de outubro de 1940 na cidade Três Corações, em Minas Gerais, Pelé foi o único futebolista três vezes campeão do mundo, em 1958, 1962 e 1970, marcou 77 golos nas 92 internacionalizações pela seleção brasileira e jogou pelo clube brasileiro Santos e pelo Cosmos, dos Estados Unidos.

Foi ainda ministro do Desporto no governo de Fernando Henrique Cardoso, entre 1995 e 1998, e eleito o desportista do século pelo Comité Olímpico internacional (1999) e futebolista do século pela FIFA (2000).
Lusa


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.