Taça de Cabo Verde: Barreirense vence (2-1) Académica de Fogo e qualifica-se às meias-finais



A equipa de Barreirense venceu hoje, no Estádio Municipal Dau d´Segunda, a Académica do Fogo por 2-1, a contar para a segunda eliminatória, e conquista o passaporte para as meias-finais da Taça de Cabo Verde.



No jogo da tarde de hoje, a equipa do Barreirense aproveitou o factor casa para vencer a turma negra da ilha de Fogo, resultado que segundo o seu treinador, Fernando Jorge da Graça, vai permitir à sua equipa estar entre as quatro melhores da prova, destacando também a entrega da Académica do Fogo, que considerou ser uma “boa equipa”.

“Com o resultado conseguido na ilha da Boa Vista aproveitamos a oportunidade para motivar os nossos atletas a ambicionarem irem mais longe na prova, principalmente para vencer este jogo em casa em que estamos perante os nossos adeptos”, contou, salientando a atitude dos seus jogadores durante a partida em que conseguiram demonstrar que estavam interessados em vencer o jogo.

Este resultado conseguido hoje em casa leva Fernando Jorge da Graça e a turma que orienta a sonhar com a final da prova, que vai decorrer na ilha de São Vicente, e, consequentemente, trazer o troféu para ilha do Maio.

Por seu lado, o treinador da equipa da Académica do Fogo, João Monteiro, destacou a entrega dos seus jogadores durante a partida, que na sua opinião só não conseguiram sair com o melhor resultado porque os seus jogadores demonstraram cansaço físico e falta de ritmo, visto que estiveram mais de um mês sem competição.

“O modelo que está sendo implementado a Taça de Cabo Verde está a ser um pouco complicado para as equipas que venceram a taça regional, e, no nosso caso particular, ficamos deste mês de Abril sem competir”, referiu o técnico foguense.

Isto, assinalou, reflectiu-se no desempenho dos seus jogadores no jogo que, sustentou, poderiam ganhar “perfeitamente”, embora reconheceu a equipa adversária também fez o seu jogo e consegui marcar os dois golos.

João Monteiro defendeu que a Taça de Cabo Verde poderia iniciar também juntamente com o campeonato nacional de futebol, bastando colocar em prova as equipas que não foram simultaneamente campeões regionais, o que na sua visão poderia diminuir a longa paragem dos atletas.

O jogador do Barreirense Wilson Tavares, que apontou os dois golos da sua equipa, expressou a sua satisfação por ter ajudado a sua equipa a passar para a fase seguinte, pelo que manifestou o desejo de ir a final e, quiçá, vencer esta competição.

WN/AA

Inforpress


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.