Mundial 2022: FCF reage á renúncia da Seleção de Ricardo Gomes

 

A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) reagiu á renúncia da Seleção de Ricardo Gomes.


O avançado do Partizan de Belgrado, da primeira liga da Sérvia, decidiu em afastar-se da seleção nacional durante o estágio de preparação para o jogo da segunda jornada do Grupo C de qualificação para o Mundial’2022 frente a Nigéria, a ser disputado no Estádio “Adérito Sena”, na cidade do Mindelo, São Vicente.

O jogador de 29 anos explica o renúncia pelo facto de pensar ter ficado claro que a equipa técnica, comandada por Pedro Brito, “Bubista”, não contar com ele para a primeira e segunda equipa, após o treino coletivo do dia 4 de setembro, para a partida contra a seleção da Nigéria.

Ricardo Gomes já foi utilizado em 16 jogos e marcou 4 golos ao serviço da Seleção Nacional de Cabo Verde.

De acordo com o comunicado da FCF, Ricardo Gomes terá informado á equipa Médica e á Equipa Técnica que chegou lesionado a Doula, onde foi integrado num único treino de preparação para o jogo contra a Republica Centro Africana.

O mesmo informou ao staff médico e técnico que não estaria em condições físicas para participar na partida, nem sequer para ser incluído na ficha de jogo como suplente para o jogo com a República Centro-Africana, do dia 01 de setembro.

Eis o comunicado da FCF:

“Na sequência de informações que vieram a público, através do Comunicado, do jogador Ricardo Gomes, de 29 anos, que já foi utilizado em 16 jogos e marcou 4 golos ao serviço da Seleção Nacional de Cabo Verde, a Federação Cabo-verdiana de Futebol informa o seguinte:

1 – O referido jogador comunicou à Equipa Médica e á Equipa Técnica dos Tubarões Azuis, após a sua integração no estágio da Seleção, em Douala, nos Camarões, que se encontrava lesionado, tendo efetuado treino condicionado, no único treino que ele esteve presente antes do primeiro jogo.

2 – O mesmo jogador informou ao staff médico e técnico que não estaria em condições físicas para participar na partida, nem sequer para ser incluído na ficha de jogo como suplente para o jogo com a República Centro-Africana, do dia 01 de setembro.

3 – A comitiva nacional efetuou, no dia 02 de setembro, a viagem até Mindelo para iniciar os preparativos para a partida da 2.ª jornada frente à Nigéria. A comitiva saiu do hotel em Douala às 08h30 da manhã, tendo chegado a Mindelo às 20h00, impossibilitando, assim, qualquer sessão de treino ou de tratamento medico, para toda a equipa.

4 – No dia 03 de setembro, sexta-feira, os Tubarões Azuis efetuaram o primeiro treino no Estádio Adérito Senna, sendo que o referido jogador efetuou um treino de recuperação juntamente com os jogadores que foram titulares diante da República Centro-Africana, visto estar ainda a recuperar da lesão que lhe impediu de participar na partida da 1.ª jornada.

5 – No dia 04 de setembro, sábado, durante o 2.º treino dos Tubarões Azuis no Mindelo, atendendo a que o jogador estaria ainda a recuperar da sua lesão, o departamento técnico e o departamento médico entenderam que deveria haver a integração gradual do jogador, nas sessões de treino. Sendo um exercício, inserido no treino, com participação de todos os 26 jogadores dos Tubarões Azuis, houve sempre, em cada momento, a participação rotativa dos jogadores.

6 – No final do dia 04 de setembro, o referido jogador decidiu abandonar o hotel onde decorre o estágio dos Tubarões Azuis.

Informamos ainda que, as condições de viagens e alojamento são as mesmas para todos os elementos da comitiva que compõem a Seleção Nacional e que a principal característica que une os elementos da comitiva é o espírito de sacrifício que todos fazem para representar com orgulho, Cabo Verde.

Todos os 26 jogadores que neste momento se encontram ao serviço da Seleção Nacional, assim como todos os outros que neste momento não estão integrados no grupo, devem estar disponíveis para servir a Seleção Nacional e respeitar as decisões técnicas, o que inclui a possibilidade de ser titular, suplente utilizado, suplente não utilizado, ou não convocado. Acima de tudo, está a união de grupo e o objetivo único: vencer o próximo jogo.

Desejamos boa sorte ao jogador Ricardo Gomes no seu percurso profissional e pessoal.

ADP
CrioloSports


Print   Email