Atletismo Sal: Mais de 170 atletas de diversas categorias envolvidos em mais uma edição da prova de corta-mato



A ilha do Sal acolheu a quarta edição da prova de corta-mato, organizada pela Escola de Atletismo Planalt, envolvendo mais de 170 atletas masculinos e femininos, de diversas categorias



A prova, que envolve vários obstáculos, pôs à prova atletas de várias idades, desde a camada infantil, dos 05 aos 12 anos, até os master 50 e os especiais olímpicos.

O “mais importante”, sintetizou a organização, é a participação embora os primeiros três classificados de cada categoria tiveram direito a troféus e um prémio simbólico.

A prova arrancou com o escalão iniciados, 13/14 anos, masculinos e femininos, num percurso de três voltas à pista, seguido de juvenil 15 e 16 anos, masculino e feminino, com quatro voltas no circuito.

Os masters 50, tanto em feminino como masculino, deram três voltas, e a camada infantil 05 a 08 anos, uma volta.

Os atletas juniores, dos 17 aos 18 anos, tiveram que fazer o percurso num total de cinco voltas, tanto masculino como feminino, e para os masters 40 ficou estipulado cinco voltas para masculino e quatro para a classe feminina.

Os atletas seniores completaram a prova com em oito voltas em masculinos e seis em feminino e logo de seguida os especiais olímpicos fecharam a competição.

No final, os atletas destacaram a “grande iniciativa” da Escola de Atletismo Planalt, nesta sua quarta edição, e este ano organizado para ser no Dia Internacional das Crianças, por forma a levar “a criançada a brincar de forma saudável”.

“É uma experiência muito importante nesta que é a minha primeira vez e também por hoje ser dia das crianças não poderíamos deixar de apoiar as nossas criançes”, sublinhou Celestina Garcia, vencedora na categoria master 50.

O atleta Jaime Rocha, também master 50, que se estreia este ano na prova de corta-mato considerou “uma iniciativa para continuar” e prometeu que para o ano, estando com vida, irá participar de novo.

Vindo de São Nicolau propositalmente para esta competição, o atleta sénior Valter Araújo cortou a meta em primeiro lugar nesta categoria e destacou a familiaridade em correr em terra batida.

“Foi uma ótima experiência e já tenho experiência em provas de montanhas então esta prova foi muito boa para mim e treino em terra batida”, explicou.

No final da competição a organização frisou que o objetivo é a cada edição fazer com que a prova ganhe outro patamar, enaltecendo todos os envolvidos que ajudaram na sua concretização.

“O envolvimento de todos é fundamental para que tudo isso esteja acontecendo. Este ano tínhamos idealizado um percurso muito melhor, mas infelizmente é um trabalho difícil”, frisou o mentor da escola, Américo Monteiro.

A Escola de Atletismo Planalt é uma associação sem fins lucrativos que trabalha em paralelo com a associação de atletismo do Sal.

“Temos o nosso limite até onde conseguimos ir, mas dentro deste limite temos tentado fazer com que as coisas tenham alguma qualidade e que dignifica os nossos atletas”, finalizou Américo Monteiro.

A prova levou ao Largo da Rotunda da Força Aérea, na ilha do Sal, mais de 170 atletas masculinos e femininos de diversas categorias, nesta que é a quarta edição da prova de corta-mato Sal 2024.

NA/AA

Inforpress


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.