Xadrez: Cabo Verde fica a escassos pontos de se qualificar para campeonato africano


Cabo Verde falhou a qualificação continental africana de xadrez ao classificar com o mestre Mi Mariano Ortega no segundo lugar do torneio de apuramento 2021 African Online World Cup Pre-Qualifying Chess Championships, encerrado esta segunda-feira.


De acordo com informações avançadas à Inforpress pela FCX, o torneio, que se disputou na plataforma Tornelo e que se vinha jogando desde o dia 26 de Abril, Cabo Verde, incluído na Zona 4.2, esteve representado nas secções Open e Feminina com os seus melhores atletas, o Mi Mariano Ortega, o actual director técnico Nacional e Célia Rodríguez Guevara.

Ortega obteve “um excelente 2.º lugar” na sua competição (7 vitórias, 1 empate e 1 derrota) mas foi insuficiente para o seu apuramento, pois embora tivesse empatado com o vencedor do torneio, o Nigeriano Osunfuyi Abimbola, viu esfumar-se as suas esperanças de sair vencedor do torneio quando, na 7.º ronda, perdeu com o também nigeriano Ajibola Olarewaju.

A partir daí, os nigerianos jogaram  para o líder.

Em nove pontos possíveis, o mestre internacional cabo-verdiano, conseguiu 7,5, menos 1 ponto que o vencedor.

Já na secção feminina, Célia Rodrigues Guevara não esteve à sua altura e acabou por não conseguir melhor que o 7.º lugar, com quatro pontos.

A Federação Cabo-verdiana de Xadrez felicitou os seus atletas, pois ao obterem estas classificações em competições internacionais, já fazem com que o xadrez competitivo de Cabo Verde comece a ser reconhecido, em África, o que se considera “salutar acontecer, para um país cuja federação nacional acabou de completar só cinco anos”.
SR/HF
Inforpress


Print   Email