Qualificação ao Mundial 2026: Palancas Negras continuam em Cabo Verde



A Selecção nacional de Angola continua em Cabo Verde, após o empate nulo na última quinta-feira, no Estádio Nacional, em jogo da primeira jornada, do Grupo D, de qualificação ao Mundial de 2026, que será disputado nos Estados Unidos, México e Canadá.


Segundo notícia o jornal angolano Bola Em Campo, a Federação Angolana de Futebol (FAF) vê-se de mãos atadas para tirar os Palancas Negras da cidade da Praia, por falta de dinheiro para custear os bilhetes de passagens até às Ilhas Maurícias, palco do segundo jogo de apuramento ao Mundial 2026.

“A informação chegou à mesa da redacção do Bola Em Campo por via de uma fonte ligada a Federação Angolana de Futebol (FAF).”, pode-se ler.

«Neste momento a selecção do meu país, rico em recursos naturais está retida em Cabo Verde sem verbas para seguir às Ilhas Maurícias. Eles perderam o voo que os levaria até a África do Sul e de lá rumariam para as Ilhas Maurícias. Isto é uma pura vergonha», disse.

Em comunicado, a FAF disputa essas informações.

“Estas informações são falsas e demonstram atitudes de ma fé por parte de quem as divulga.

Cumpre-nos informar que, a única razão na base da não deslocação dos Palancas Negras as Ilhas Maurícias, está relacionada, com a falta de autorização dos países ao longo do percurso até ao local de destino. Neste momento, tudo está a ser feito, para, que a situação seja resolvida por parte da operadora contratada para o efeito.”, pode-se ler na página oficial do Facebook da FAF.

Ainda neste domingo, os comandados do técnico português Pedro Gonçalves efectuaram um treino em Cabo Verde, em preparação para o jogo frente as Ilhas Maurícias.

Lembrado que, o embate diante das Ilhas Maurícias acontece no dia 21 do corrente mês, no Estádio Côte d'or Nacional Sports Complex.


ADP/CrioloSports


Print   Email

         

Mais de 10 anos com os desportistas cabo-verdianos

 

 

 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.
 

SUBSCREVER AS NOSSAS NEWSLETTERS

Ao subscrever, tomo conhecimento que as newsletter poderão conter publicidade.